Links de Acesso

Desabamento de ponte retém em Benguela ajuda para vítimas da seca no Sul de Angola


Ponte no município de Caimbambo em Benguela, desabou a 9 de Novembro

Centenas de camiões com ajuda alimentar para vítimas da seca nas províncias angolanas Cunene, Huíla e Namibe estão retidas em Benguela devido ao desabamento parcial de uma ponte na estrada nacional n•105, no sábado,10, por força da pressão da água das chuvas.

Do lado oposto da via, ainda em Benguela, concretamente no município de Caimbambo, estão encalhadas dezenas de autocarros com passageiros expostos à chuva, ao sol e a outras intempéries, sem soluções para deslocações à província de Luanda e mais pontos do país.

Ponte no município de Caimbambo em Benguela desabou a 9 de Novembro criando paralização dos automobilistas. Angola.
Ponte no município de Caimbambo em Benguela desabou a 9 de Novembro criando paralização dos automobilistas. Angola.

Animais mortos, outros em perigo, cidadãos doentes e muitos bens a apodrecer, num país onde a seca deu lugar a uma penúria alimentar que afecta cerca de dois milhões de cidadãos são algumas das consequências do desabamento da ponte sobre o rio Calualua, 130 quilómetros a Sul da cidade de Benguela.

A via dá acesso a países da região austral de África, recheada de pontes que há muito emitem avisos, como a que desabou no último domingo, também por falta de manutenção.

Uma passadeira alternativa, a chamada by passe, erguida horas depois, acabou também derrubada pela chuva, forçando o Governo a construir uma outra, a um quilómetro da ponte, para os camiões com bens alimentares para vítimas da seca no Sul de Angola.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG