Links de Acesso

Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd em Maio de 2020


Derek Chauvin no tribunal

Chauvin foi considerado culpado em todas as três acusações

O polícia Derek Chauvin foi considerado culpado pela morte de George Floyd, em Maio de 2020, em Mineápolis, no Estados Unidos.

A decisão foi anunciada pelo juiz do caso que leu a decisão dos 12 membros do júri, pouco depois das 17 horas desta terça-feira, 20.

A deliberação do júri começou ontem à tarde, depois das alegações finais do julgamento.

Júri está reunido para decidir se Derek Chauvin é ou não culpado da morte de George Floyd
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:07 0:00

Chauvin foi considerado culpado por homicídio culposo, negligência ao assumir o risco consciente de causar a morte de Floyd e causar a morte, sem intenção, através de um acto perigoso, sem consideração pela vida humana.

Sentença e recurso

Após a leitura da condenação, Chauvin, que ouviu a condenação impávido, foi levado à prisão, onde vai aguardar a leitura da sentença dentro de oito semanas.

Ele incorre numa pena de até 75 anos de prisão, por cúmulo jurídico, mas a decisão final será do juiz.

A defesa de Chauvin pode recorrer ao Supremo Tribunal de Minnesota, processo que pode durar até um ano.

O julgamento durou três semanas, ouviu 45 testemunhas e incluiu horas de exibição de vídeos no tribunal.

O agora condenado Derek Chauvin recusou fazer qualquer declaração, embora se tenha declarado inocente das três acusações.

"Eu invocarei o privilégio da Quinta Emenda hoje", disse ele, referindo-se ao direito constitucional de permanecer em silêncio para evitar a auto-incriminação.

O júri, composto por sete mulheres e cinco homens, sendo seis pessoas brancas, quatro negras e duas multirraciais, chegou a uma decisão unânime em apenas 11 horas.

Manifestações pacíficas são agora a ordem do dia nos EUA
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:44 0:00

O assassinato e o "Black Lives Matter"

O segurança afro-americano George Floyd morreu a 25 de Maio de 2020 depois do então polícia Derek Chauvin ter colocado o seu joelho sobre o pescoço de Floyd por 9 minutos e 15 segundos, mesmo após estar imobilizado no chão.

A polícia tinha sido chamada por uma loja onde Floyd terá tentado usar uma nota falsa de 20 dólares.

Depois de alguma resistência do segurança, ele foi imobilizado, com a imagem de Chauvin em cima do pescoço dele, impávido, a ser gravada e vista em todo o mundo.

Nesse período, Floyd disse 27 vezes “não posso respirar”, mas mesmo assim o seu pedido não foi ouvido.

A defesa do polícia alegou que não foi o joelho de Chauvin que terá provocado a morte de Floyd, mas sim drogas e problemas de saúde.

A morte dele provocou milhares de manifestações nos Estados Unidos durante meses, como em vários outros países, dando origem ao movimento “Black Lives Matter”, vidas negras importam em português.

Hoje, a multidão que estava do lado de fora do tribunal e na praça George Floyd exultou em comemorações.

Várias cidades estão em alerta devido a potenciais reacções violentas à decisão do tribunal.

Os outros três polícias que estavam com Chauvin na operação ainda serão julgados, mas por crimes menores.

A multidão que estava do lado de fora do tribunal e na praça George Floyd exultou em comemorações.

Várias cidades estão em alerta devido a potenciais reacções violentas à decisão do tribunal.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG