Links de Acesso

Deputados do MADEM-G15 e do PRS abandonam sessão parlamentar na Guiné-Bissau


Crise continua na Assembleia Nacional

Os deputados do Movimento para Alternância Democrática (MADEM-G15), e do Partido da Renovação Social (PRS), segunda e terceiras forças políticas mais votadas nas eleições legislativas de 10 de Março na Guiné-Bissau, abandonaram a sessão parlamentar nesta quarta-feira, 24, depois do chumbo ao requerimento interposto pelo deputado do MADEM-G15, Soares Sambú, para a substituição da Comissão Eleitoral da mesa do Parlamento, alegando a falta de transparência no processo.

Os deputados voltaram hoje ao plenário para o preenchimento da vaga do segundo vice-Presidente e dos dois 1º e 2º Secretários da mesa da Assembleia Nacional Popular (ANP).

Os trabalhos prosseguiram depois com 54 deputados, em representação do PAIGC, da União para Mudança (UM) e do Partido Nova Democracia (PND), com a eleição dos restantes membros da mesa do Parlamento.

O presidente da ANP, Cipriano Cassamá, disse que o lugar de 2.º vice-presidente do Parlamento não será preenchido por pertencer ao MADEM-G15.

A polémica teve início quando os deputados chumbaram o nome do coordenador da segunda força mais votada, Braima Camará, para o cargo e partido nega substituir o seu candidato.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG