Links de Acesso

Deputado do UNITA confirma estar tudo pronto para as exéquias de Jonas Savimbi


Manuel Savihemba diz que anúncio será feito em breve por Isaías Samakuva

O membro da Comissão Nacional para as Exéquias de Savimbi, Manuel Savihemba, confirmou estarem ultrapassados todos os impasses para a realização do funeral do líder fundador Jonas Savimbi.

O também secretário da UNITA, no Bié, província onde serão enterrados os restos de Savimbi, no final da reunião da Comissão na terça-feira, 23, disse ter ficado decidido que o presidente do partido, Isaías Samakuva, fará em breve o anúncio da data definitiva do funeral e dos resultados dos exames de ADN às ossadas do fundador do partido.

"Tanto os resultados dos exames como a data definitiva, o presidente irá comunicar", garantiu Savihemba.

Até então, um dos argumentos levantado pelo partido do ‘Galo Negro’ que forçou o adiamento do funeral de Savimbi, previsto inicialmente para o passado dia 6, prendia-se com o atraso na entrega dos resultados dos exames de ADN.

Manuel Savihemba, de forma lacónica, fez saber que o processo está mais próximo da sua concretização, mas escusou-se a acrescentar mais dados, sob pena de alegadamente retirar o impacto da informação e autoridade à liderança do partido.

"Está tudo garantido. Só não quero tirar o impacto da nossa liderança, pois o líder é autoridade indicada para o efeito desta anuncio", assegurou o também deputado.

Entretanto, ontem o porta-voz a UNITA, Alcides Sakala, disse à VOA que a Comissão Nacional das Exéquias de Jonas Savimbi continua sem receber os resultados às amostras de ADN feitas às ossadas do fundador da UNITA Jonas Savimbi.

"Não recebemos ainda nada dos médicos legistas", reiterou o porta-voz, quem confirmou "estar por dentro da situação" e que logo "que receberemos os resultados desses exames, faremos o cruzamento dessas informações e depois anunciaremos os passos a seguir".

A cerimónia de exumação e recolha de amostras dos restos mortais Savimbi, morto em combate a 22 de Fevereiro de 2002, realizou-se a 31 de Janeiro, no Luena, província do Moxico, onde estava sepultado.

As amostras foram enviadas para laboratórios em Portugal e África do Sul, bem como em Angola, e esperava-se que os resultados estivessem prontos em duas semanas.

As cerimónias fúnebres estão previstas para Lopitanga, província do Bié, onde o resto da família está sepultado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG