Links de Acesso

Deputado "Bobi Wine" regressa a Uganda e é recebido pela polícia


Robert Kyagulanyi, conhecido por Bobi Wine, em Washington

Oficial diz que não foi detido mas conduzido à casa

O deputado da oposição no Uganda Robert Kyagulanyi, conhecido pelo nome artístico de Bobi Wine, um forte crítico do Presidente Yoweri Museveni, regressou ao Uganda nesta quinta-feira, 20, depois de ter pedido nos Estados Unidos a suspensão da ajuda militar ao país devido às violações dos direitos humanos.

À sua chegada e com o aeroporto repleto de forças de segurança, Bobi Wine foi levado pela polícia que, no entanto, desmente notícias postas a circular de que ele foi detido.

O jornal Daily Monitor informou que a polícia prendeu o deputado na pista depois de ele ter desembarcado, mas um oficial que pediu o anonimato disse à agência Reuters que ele não foi detido, mas sim protegido e levado para a casa dele.

Vizinhos que aguardavam pela chegada do deputado perto da casa dele foram afastados pela polícia que também bloqueou a aproximação dos apoiantes ao aeroporto.

Robert Kyagulanyi foi detido em Agosto acusado de posse de armas e de incentivar um ataque à caravana do Presidente Yoweri Museveni, que resultou em alguns feridos.

Ele denunciou ter sido fortemente torturado tendo, depois, viajado para os Estados Unidos, alegadamente para tratamento.

Em Washington ele encontrou-se com responsáveis do Departamento de Estado, a quem pediu que os Estados Unidos suspendam a ajuda militar ao Governo devido ao historial de violação dos direitos humanos do Presidente, no poder desde 1986.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG