Links de Acesso

EUA: Democratas querem votar lei que protege direito ao aborto na quarta-feira


Manifestantes a favor e contra o direito o aborto junto ao Supremo Tribunal de Justiça, em Washington, Estados Unidos

O Senado americano votará na quarta-feira, 11, um projecto de lei que pretende garantir às mulheres o direito ao aborto, dias depois de uma fuga de informação ter indicado que o Supremo Tribunal de Justiça poderá anular esse direito reconhecido em 1973, conhecido como Roe vs Wade.

O anúncio foi feito pelo líder da maioria democrata, Chuck Schumer, dizendo que “todo americano verá como cada senador se posiciona".

Schumer chamou o projecto de sentença do tribunal de "abominação", e observou que a maioria dos americanos quer preservar o direito ao aborto e com os cuidados de saúde das mulheres.

"A escolha não deve ser de um punhado de juízes de direita. A escolha não deve ser de um punhado de políticos de direita. É um direito da mulher. Puro e simples", disse ele.

Os republicanos devem votar contra a proposta democrata num senado em que há 50 senadores democratas e 50 republicanos.

Na semana passada, o portal Político divulgou um projecto de decisão em análise no Supremo Tribunal de Justiça em que cinco juízes conservadores apontam para a anulação do direito ao aborto conhecido como Roe vs Wade, o que, na prática, torna ilegal o aborto nos Estados Unidos.

A fuga chocou a opinião pública e o sistema de justiça em virtude de as posições dos juízes serem conhecidas apenas após as setenças do tribunal e não as suas posições iniciais.

O juíz-presidente reconheceu que o documento era verídico e determinou uma investigação.

Nas ruas, tanto em Washington como noutras cidades americanas, há manifestaçoes a favor e contra o direito ao aborto.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG