Links de Acesso

Democratas ganham controlo do Senado com duas vitórias no Estado da Geórgia


Jon Ossoff e Raphael Warnock, senadores democratas

Jon Ossoff e Raphael Warnock ganharam a segunda volta das eleições

Os candidatos democratas Raphael Warnock e Jon Ossoff venceram as respectivas eleições no Estado da Geórgia, em segunda volta, para o Senado e deram a maioria na câmara alta ao partido do Presidente eleito Joe Biden, que, também, controla a Câmara dos Representantes.

Nas primeiras horas desta quarta-feira, 6, Raphael Warnock, pastor da Igreja Batista de Atlanta, que foi dirigida pelo líder dos direitos cívicos por Martin Luther King, garantiu a vitória sobre a senadora republicana Kelly Loeffler.

Durante todo o dia, aguardou-se pelo resultado da segunda eleição, entre o senador republicano David Perdue e o democrata Jon Ossoff.

Apenas no final do dia foi confirmada a vitória de Ossoff que, aos 33 anos, torna-se no segundo senador mais novo da história, depois do agora Presidente eleito Joe Biden.

Com estas vitórias, o Partido Democrata consegue 50 cadeiras no Senado, o mesmo número dos republicanos que, há várias legislaturas, lideram a câmara.

Entretanto, com este empate, num país profundamente dividido do ponto de vista ideológico, a decisão na hora de votar pertence à vice-presidente eleita, a democrata Kamala Harris.

Desta forma, os democratas controlam a Presidência e o Congresso, abrindo assim caminho a que Joe Biden aprove leis e projectos de lei sem a oposição do Partido Republicano

Raphael Warnock é o primeiro afro-americano a ser eleito para o Senado e faz história como o então candidato presidencial Joe Biden que ganhou um Estado controlado pelos republicanos desde 1992,

Em comunicado, Biden escreveu: “Felicito o povo da Geórgia, que compareceu em números recordes mais uma vez, assim como aconteceu em novembro, para eleger dois novos senadores, exigir acções e pedir aos nossos líderes eleitos que acabem com o impasse para que sigamos adiante como nação”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG