Links de Acesso

Debate presidencial: Djaló e Indi defendem nova postura para o futuro Presidente guineense


Ambos candidatos debatem suas ideias na VOA

O Presidente da República deve ser uma figura que una o país, que respeite a Constituição e que ajude a inserir a Guiné-Bissau no concerto das nações, defenderam Gabriel Fernandes Indi e Iaiá Djaló, candidatos ao Palácio Presidencial.

Ambos participaram nesta quinta-feira, 14, num debate em directo na VOA, o primeiro de uma série com os candidatos à eleição presidencial de 24 de Novembro na Guiné-Bissau.

Iaiá Djaló
Iaiá Djaló

Iaiá Djaló, antigo ministro, com muita experiência política e antigo ex-candidato presidencial , acredita que é hora de o Presidente da República assumir o seu papel constitucional, “como guardião da legalidade, defender a justiça, promover a unidade nacional e impulsionar o desenvolvimento social”, em colaboração com o Governo.

“Como antigo ministro, sei exactamente qual é o papel do Presidente e do Governo e, por isso, não haverá conflitos”, garante Djaló, quem reitera ser hora de “recuperar a história da luta da libertação nacional”.

Gabriel Fernandes Indi
Gabriel Fernandes Indi

Estreiante nas lides políticas, Gabriel Fernandes Indi apresenta “o que tem acontecido nos últimos anos” como exemplo do que não deve acontecer mais na Guiné-Bissau,

“O Presidente não pode ser disputado entre partidos e sempre os presidentes pertenceram aos partidos, mas eu estarei acima dos partidos”, promete Indi, quem lembra que, com o sistema semipresidencial, “o país tem quatro poderes devidamente definidos e que têm de se respeitar entre eles”.

Durante 18 minutos, os dois candidatos explicaram as suas motivações, prioridades e propostas de relacionamento com o Governo que têm apresentado aos eleitores guineenses.

Ouça o debate:

Debate presidencial: Djaló e Indi defendem nova postura para o futuro Presidente guineense - 18:00
please wait

No media source currently available

0:00 0:18:41 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG