Links de Acesso

11 de setembro de 2001: a data que os Estados Unidos não esquecem


Fumo no World Trade Center

O condado de Arlington, no Estado americano da Virgínia, onde está o Pentágono, o Ministério da Defesa, acolhe nesta sexta-feira, 11, a cerimónia que relembra os ataques terroristas contra os Estados Unidos a 11 de setembro de 2001.

A cerimónia, que é virtual, será transmitida no site do condado a partir das 9.30h, com uma guarda de honra, seguida da deposição de uma coroa de flores no edifício da administração do município.

Um pouco por todo o país, assinala-se de várias formas o dia em que quatro aviões sequestrados e pilotados por membros da rede terrorista Al-Qaida atiraram-se contra o World Trade Center, conhecido por torres gémeas, em Nova Iorque, e o edifício do Pentágono, na Virgínia, enquanto um deles caía numa zona rural da Pensilvânia.

Em tempo de campanha para a eleição presidencial de 3 de novembro, o Presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden, marcam a o 19o. aniversário dos ataques em cerimónias separadas no campo da Pensilvânia onde um dos aviões sequestrados caiu.

Presidente Trump participa em celebrações em memória ao 11 de Setembro
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:03 0:00

O primeiro a apresentar-se será o Presidente Trump que discursará numa cerimónia no Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, na Pensilvânia, disse uma autoridade da Casa Branca.

Mais tarde, os Biden visitarão o campo de Shanksville para prestar suas homenagens às vítimas.

Antes, Biden e a esposa, Jill, comparecerão a uma cerimónia no Memorial e Museu de Nova Iorque, juntamente com o vice-presidente Mike Pence e esposa.

Ao todo, quase 3 mil pessoas morreram nos ataques de 11 de setembro de 2001.

Em resposta, os Estados Unidos desencadearam uma guerra global contra Al-Qaida e suas redes aliadas, tendo morto o seu líder, Osama bin Laden, a 2 de maio de 2011.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG