Links de Acesso

Darfur: 20 camponeses mortos a tiro


Darfur, Sudão

Pelo menos 20 camponeses foram mortos no Darfur por homens armados, de acordo com um chefe tribal, depois de terem regressado aos seus campos mais de 15 anos de ausência ditados pela violência tribal persistente nesta província do oeste do Sudão.

Esses camponeses, os proprietários originais dessas terras, haviam sido autorizados a voltar para lá, após um acordo celebrado há dois meses sob a égide do governo entre esses proprietários e aqueles que se estabeleceram ali durante o conflito no Darfur, que entrou em erupção em 2003, segundo o líder tribal, Ibrahim Ahmad.

"Muitas famílias vieram cultivar as suas terras. Mas na sexta-feira, homens armados chegaram e abriram fogo contra os camponeses, matando vinte deles, incluindo duas mulheres e crianças", disse à AFP Ibrahim Ahmad.

O ataque também deixou 20 feridos, alguns deles estão em "estado grave", pelo que segundo Ahmad, é provável que o número de mortos aumente.

O assassinato ocorreu na localidade de Aboudos, 90 quilómetros ao sul de Nyala, capital do sul de Darfur, uma região onde os agricultores cultivam principalmente sorgo e gergelim.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG