Links de Acesso

Dívidas Ocultas: Não há decisão sobre a extradição de Manuel Chang, diz ministro sul-africano da Justiça


Manuel Chang,

O ministro sul-africano da Justiça, Michael Masutha, confirmou, hoje, 25 de fevereiro, em Pretória, que recebeu o pedido de Moçambique para a extradição do antigo ministro das Finanças, Manuel Chang, mas ainda não tomou nenhuma decisão.

“Recebi o pedido de Moçambique, bem como o pedido do governo dos Estados Unidos da América. Tal como disse correctamente, a audição de amanha é sobre o pedido americano,” disse Masutha.

O tribunal distrital de Kempton Park, em Joanesburgo, retoma nesta terça-feira, 26, audições do caso Manuel Chang, devendo ouvir argumentos do ministério público sul-africano sobre o pedido de extradição dos Estados Unidos da América.

A documentação assinada pelo chefe da diplomacia dos Estados Unidos da América, Mike Pompeo, solicita a extradição de Manuel para enfrentar a justiça norte-americana em três acusações: conspiração para cometer fraude electrónica, de valores imobiliários e de lavagem de dinheiro.

"Não decido sobre assuntos que ainda não os tenho"

O ministro explicou que “prevemos que o pedido moçambicano seja tratado por outro magistrado em devido tempo brevemente,” e que “depois do tribunal concluir os seus procedimentos, os dois pedidos vão ser enviados ao meu escritório e vou lidar com ambos e tomar decisão sobre como continuar com o assunto”.

A chefe da diplomacia sul-africana Lindiwe Sisulu, disse, semana passada, a um jornal local que Manuel Chang vai ser extraditado para Moçambique.

Reagindo a isso, Masutha repete que ainda não sabe qual será o veredicto do tribunal.“Tenho que tomar decisão e não decido sobre assuntos que ainda não os tenho propriamente.Neste preciso momento ainda não há decisão”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG