Links de Acesso

Criminosos atacam aldeias para roubar gado em zonas rurais do Uíge


Uíge

Bandos armados na província angolana do Uíge têm estado a atacar em zonas rurais para roubar gado perante a incapacidade dos locais de se defenderem.

Crime com armas de fogo alastra-se paa zonas rurais do Uíge – 2:09
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:09 0:00

Há um aumento da criminalidade na província associado ao desemprego e pobreza na região.

Os residentes da regedoria do Kizwezwe, com sede no Mbanza Bungo, no município do Bungo, a 60 quilómetros da capital da província do Uíge, denunciam roubo constante de gado por pessoas desconhecidas, que recorrem às armas de fogo e meios de transportes para transportar os animais.

“Na semana passada numa segunda-feira, passou aqui um grupo às duas horas da manhã, roubaram cabras e carneiros e ainda apareceu mais outro grupo também veio roubar”, disse o regedor do Kizwezwe, Alfredo Mukita.

“Nós não podemos fazer nada porque os homens estão vir armados e o povo tem medo”, acrescenta Alfredo Mukita, quem disse ainda que “ninguém deve morrer por causa de um cabrito”.

“Os gatunos estão a vir da cidade com os carros e motas a invadir os bairros, por isso estamos a pedir a presença de um posto móvel da polícia nas aldeias”, sublinha o regedor.

O sociólogo Gilberto Bernardo alerta para a necessidade de medidas, caso contrário, disse, "este tipo de roubos vai-se propagar para outros municípios".

Bernardo acredita que uma das soluções passa pela de formação profissional para a juventude sem custos adicionais nesta época da crise económica e financeira que assola o país.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG