Links de Acesso

Credores de Nosso Banco começam a ser reembolsados

  • Ramos Miguel

Nosso Banco teve falência decretada em 2016

Comissão Liquidatária diz que credores receberão seu dinheiro na totalidade

A Comissão Liquidatária do Nosso Banco, em Moçambique, começou nesta segunda-feira, 23, o processo de reembolso dos valores aos credores do Nosso Banco, cuja falência foi decretada em 2016, pelo Banco Central.

O processo vai abranger cerca de 5.700 titulares de contas particulares e empresas, que vão dividir 1,4 milhões de meticais, até finais do presente ano.

A Comissão Liquidatária do Nosso Banco anunciou que cada credor vai receber na totalidade o que tinha na conta e não apenas 20 mil meticais, como havia sido referido inicialmente.

Nesta fase deverão ser indemnizados os ex-trabalhadores e pagos os fornecedores de bens e serviços, para além dos 9.5 mil milhões de meticais que serão reembolsados ao Fundo de Garantia de Depósitos do Banco Central.

O dinheiro que vai permitir estes pagamentos resultou de cobranças aos clientes, da venda de participações do Nosso Banco em algumas instituições e de equipamentos, viaturas, agências bancárias e de parte da carteira de créditos, entre outras iniciativas.

Refira-se que o Banco de Moçambique, ao avaliar que o Nosso Banco não tinha condições para continuar a operar, devido aos baixos rácios de solvabilidade que aquele banco apresentava, decretou a sua falência.

Os accionistas do Nosso Banco, nomeadamente, o Instituto de Segurança Social e Electricidade de Moçambique, vão ser pagos na segunda fase do processo de reembolso, em datas que não foram anunciadas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG