Links de Acesso

COVID-19: Santa Casa da Misericórdia recebe peixe para os mais vulneráveis em São Tomé e Príncipe


Carapau. Foto de Francis Mascarenhas

As organizações Marapa e Oikos, ligadas à pesca artesanal, iniciaram, esta semana, a distribuição de peixe fresco a instituições de proteção da população vulnerável em São Tomé e Príncipe para mitigar os efeitos da Covid-19.

A primeira entrega de 250 quilos de pescado foi para a Santa Casa da Misericórdia.

Os responsáveis das organizações não governamentais OIKOS e MARAPA, este plano de emergência em tempo de luta contra a pandemia da covid-19 tem dois objetivos.

Bastian Loloum, um dos responsáveis do consórcio Oikos-Marapa, disse que além de garantir a alimentação, a iniciativa visa “estimular, nesta fase de crise, a economia da pesca artesanal”, fonte de rendimento de mais 10 mil famílias em São Tomé e Príncipe.

Aida Beirão, diretora executiva da Santa Casa da Misericórdia, disse que “este apoio é muito importante nesta altura em que essas pessoas desfavorecidas precisam muito mais”.

Acompanhe:

COVID-19: Santa Casa da Misericórdia recebe peixe para os mais vulneráveis em São Tomé e Príncipe
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:50 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG