Links de Acesso

COVID-19: Projetos fabris de Angola e Moçambique poderão ter financiamento para enfrentar o impacto da pandemia


Algodão.Foto de arquivo

Uma fábrica de processamento de laticínios em Angola e outra de produção de algodão em Moçambique estão a ser consideradas para financiamento pelo Fórum de Investimento em África (FIA).

Estes dois projetos fazem parte de um grupo de quatro que foram convidados a apresentar as suas propostas a mais de 100 investidores presentes num encontro virtual, semana passada, organizado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD).

No total, o Fórum identificou 15 projetos que devem ter prioridade no financiamento para fazer face ao impacto da Covid-19 no continente africano.

Os projetos estimados em 3.79 mil milhões de dólares são de áreas como agricultura, energia, saúde, tecnologia de informação e comércio, e segundo o Fórum irão ajudar a melhorar a auto-suficiência e resiliência continental face a futuros choques.

Após a pandemia, disse o presidente do BAD, Akinwumi Adesina, “África construirá economias melhores e mais fortes”.

O FIA, promovido pelo BAD e seus parceiros fundadores e institucionais, diz-se empenhando em acelerar a eliminação de lacunas no investimento em África.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG