Links de Acesso

COVID-19: Presidente cabo-verdiano estende estado de emergência com prazos diferenciados


Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

O Presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, prolongou o estado de emergência em todo o território nacional por mais 15 dias para as ilhas com casos confirmados da Covid-19 (Boa Vista, Santiago e São Vicente) e nove dias para as que não apresentaram qualquer caso.

Depois de ouvir, o Governo, partidos políticos, associações empresariais e outros elementos da sociedade, Fonseca disse nesta quinta-feira, 16, que a sua decisão visa prevenir o alastramento da pandemia no arquipélago.

“A redução global da duração do estado de emergência bem como a diferenciação da sua duração entre as ilhas com e sem casos de COVID 19 diagnosticados é o reconhecimento da existência de situações diferentes que, contudo, deverão continuar a ser enfrentadas com todo o vigor, uma vez que os riscos de epidemia continuam muito elevados”, justificou Fonseca quem disse estar “perfeitamente consciente” das “consequências gravosas que a continuação por mais 15 dias de quase toda a actividade económica acarreta para o nosso país e para o rendimento das famílias”.

Mas, para o Presidente “será bem pior se descurarmos o recurso mais importante e valioso que Cabo Verde sempre teve: as pessoas”.

O Presidente cabo-verdiano voltou a apelar à colaboração dos cidadãos no cumprimento rigoroso das medidas traçadas pelas autoridades sanitárias e o Governo, considerando que #com o engajamento e disciplina de todos, a luta difícil contra a Covid-19 será vencida”.

O novo decreto do estado de emergênciacomeça no dia 18.

Os três partidos com assento parlamentar, MpD, no poder, PAICV e UCID, na oposiçáo, congratularam-se com a decisão do Presidente.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG