Links de Acesso

Covid-19: Pico da terceira vaga pode acontecer dentro de três semanas


Director do Instituto Nacional da Saúde diz que o país está no nível quarto da pandemia, um a menos do que o pior estágio

Moçambique é o país africano de língua portuguesa com mais casos da Covid-19 e pode vir a atingir o pico da terceira vaga dentro de três semanas.

A estimativa é do director do Instituto Nacional de Saúde (INS), quem admite que nessa altura também começarão a sentir-se os efeitos das medidas restritivas tomadas recentemente pelo Governo.

“A terceira vaga iniciou no final de Junho, início de Julho, portanto, se nós, realmente, formos a ver, se esperamos que esse efeito positivo das medidas comece a haver dentro de duas, três semanas, então, nós poderemos atingir o pico nessa altura”, afirmou Ilesh Jani, em entrevista ao semanário Savana.

Jani esclareceu, no entanto, que o pico da terceira vaga não irá acontecer ao mesmo tempo em todo o país.

Tete e a grande Maputo devem ser as primeiras regiões a sentir os efeitos dessa vaga dominada pela variante Delta que entrou no país precisamente por Tete.

Aquele responsável indicou ainda que Moçambique encontra-se, actualmente, no nível quatro da pandemia da Covid-19, a apenas um do máximo mais elevado de transmissão.

“O que pode resultar é o nível cinco, que é um nível de alta transmissão, em que podem ser necessárias medidas mais restritivas para o controlo da pandemia. Isso é o que pode acontecer, caso não haja uma mudança na forma como o vírus se transmite hoje”, alertou Ilesh Jani.

O país tem um acumulado de 130.526 casos e 1.566 mortos desde o início da pandemia em Março de 2020.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG