Links de Acesso

COVID-19: Paira ceptcismo em relacão à vacinação em Moçambique 


O médico Phillipe Gagnaux considera que a vacinação não deve ser prioridade para o país, tendo em conta a sua baixa mortalidade causada pela Covid, mas diz que pode ter “um efeito psicológico”

Jovens moçambicanos entrevistados pela VOA, em Maputo, mostram-se cépticos quanto à vacinação contra a Covid-19, mesmo considerando ser uma boa ideia.

Na quarta-feira, o presidente Filipe Nyusi disse que o país já apresentou a sua candidatura à plataforma internacional Covax para a obtenção de vacinas para 20 milhões de pessoas.

Um dos nossos entrevistados, que opta pelo anonimato, pergunta: “Será que a vacina vai abranger os mais pobres?”

“Se até o teste custa, a quanto estará vacina?” pergunta outro também preferindo omitir o seu nome.

Outros concordam que a ideia de vacinar é boa, mas pedem transparência.

Na sua comunicação à nação, Nyusi disse que as autoridades iniciaram a “definição de grupos prioritarios”, e mobilizam recursos para a aquisição de mais doses para “garantir uma vacina segura e eficaz para os moçambicanos”.

O médico Phillipe Gagnaux considera que a vacinação não deve ser prioridade para o país, tendo em conta a sua baixa mortalidade causada pela Covid, mas diz que pode ter “um efeito psicológico”

Acompanhe:

COVID-19: Paira ceptcismo em relacão à vacinação em Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:02 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG