Links de Acesso

COVID-19: Moçambique, o lusófono em África com mais casos, regista mais duas mortes


Distribuição de material de prevenção da Covid-19 em Nhamatanda, Moçambique

O Ministério da Saúde de Moçambique anunciou nesta quarta-feira, 16, mais duas mortes devido à Covid-19, na cidade e província de Maputo, elevando o total de óbitos para 39.

No total, foram registadas desde há seis meses, quando foi declarada a pandemia, 5.994, sendo o país africano de lingua portuguesa com mais infeções.

No capítulo de mortes, Angola é o país lusofono no continente com mais mortes, 139, de um total de 3.569 casos.

Cabo Verde registou até agora 46 mortos e 4.904 casos, Guiné-Bissau tem 39 mortos de um total de 2.303 infeções e São Tomé e Príncipe tem 15 mortos, num universo de 906 casos.

A nível do continente africano, o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças, da União Africana, anunciou hoje mais 252 vítimas mortais da doença nas últimas 24 horas, totalizando 33.047 óbitos, enquanto o número de casos acumulados é de 1.365.689 infetados.

A nível mundial, até o início da tarde de hoje, horário dos Estados Unidos, foram registados 29.624.865 casos e 936.313 mortes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG