Links de Acesso

COVID-19: Itália começa teste de anticorpos; Universidade de Oxford lança testes clínicos em humanos


Um cientista conduz uma pesquisa sobre a vacina para a Covid-19 nos laboratórios da Arcturus Therapeutics, San Diego, Califórnia, EUA. 17 de março, 2020

Oxford quer ter vacina disponível no outono

A Itália começou a realizar testes de anticorpos na região norte da Lombardia nesta quinta-feira, 23 de abril, com o objetivo de obter informações sobre a imunidade ao coronavírus para ajudar a orientar as autoridades na reabertura do país.

A Lombardia, a região mais afetada pela crise do coronavírus no país mais afetado da Europa, está a apostar que a ciência sobre "imunidade comunitária" derivada dos exames de sangue ajudará a próspera região industrial a voltar a trabalhar com mais rapidez e segurança.

A Lombardia, cuja capital é Milão, regista quase 13 mil mortos, mais de metade do total de mortos da Itália.

Embora a Alemanha já tenha iniciado testes de anticorpos em todo o país e países como a Finlândia e a Grã-Bretanha tenham anunciado planos para implementá-los, muitas questões permanecem sobre a confiabilidade dos dados derivados dos testes.

As autoridades de saúde disseram que 20 mil testes seriam realizados todos os dias na Lombardia. Os primeiros a serem testados são aqueles nas províncias mais atingidas: profissionais de saúde, aqueles em quarentena que mostram sintomas de coronavírus e aqueles que estiveram em contato com a doença, além de outros com sintomas leves.

As autoridades esperam lançar os testes na região depois de 29 de abril.

Testes clínicos conduzidos pela Oxford

A Universidade de Oxford está a lançar testes clínicos em humanos para uma vacina contra o novo coronavírus, expressando a ambiciosa esperança de poder disponibilizá-la ao público no outono.

COVID-19: Oxford testa vacina em humanos
please wait

No media source currently available

0:00 0:00:37 0:00

Entre as centenas de pesquisas realizadas no mundo para encontrar uma vacina - a única maneira possível, segundo a ONU, de retornar à "normalidade" -, sete estão por enquanto na fase de testes clínicos em seres humanos, segundo a Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres. Esses testes já começaram na China e nos Estados Unidos e devem começar ainda este mês na Alemanha, onde a autoridade federal de vacinas deu sinal verde na quarta-feira, 22 de abril.

O trabalho da Universidade de Oxford é fortemente apoiado pelo governo britânico, cujo Ministro da Saúde Matt Hancock anunciou terça-feira o início de testes em humanos na quinta-feira. Antes de uma Câmara dos Comuns reunida em parte por vídeo na quarta-feira, ele saudou um "desenvolvimento promissor", enfatizando que normalmente seriam "anos" antes de chegar a tal estágio de pesquisa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG