Links de Acesso

Covid-19: Idosos no Lubango preocupados com o vírus


Em todo mundo as estatisticas sobre a Covid-19 revelam um aspecto em comum: As principais vitimas são as pessoas mais velhas. E muitas das mortes desses grupo etário têm-se dado em centros ou lares de idosos onde a doenca se propaga muito rapidamente.

Na Huila o principal centro de acolhimento de idosos da província ocalizado no extenso bairro do Tchioco na periferia da cidade do Lubango, teve que alterar ligeiramente as rotinas diárias face as ameaças da covid-19.

O lar alberga 74 idosos e todos mostraram estarem muito bem informado sobre a doenç a e os cuidados a observar para se impedir a sua propagação e devido á redução de pessoal estão tambem a ajudar os tralahdores que ainda ali estão..

A higiene no local que sempre mereceu atenção, agora ganhou outra dimensão no centro de acolhimento, segundo o seu responsável adjunto, André Sicato.

“Neste momento muitos trabalhadores dispensados e a própria pessoa idosa tem envidado esforços ajudando os nossos funcionários autorizados a permanecerem cá a manter a higiene da casa”, disse

A residente Améia Camana disse estar ciente das medidas de precaução a tomar.

“ Apercebi-me a partir de Março de que há doença chamada coronavírus, covid-19. É lavar as mãos com água e sabão e depois desinfectar com álcool toda a hora”, disse.

Já outro residente, Jorge Reis disse que “a Covid-19 é uma doença que está a alarmar o mundo inteiro nós estamos a sentir isto aqui em Angola, mas temos que nos prevenir para que esta doença não nos atinja”.

“Ela é muito viral tenho ouvido que a coisa está a propagar-se com uma dimensão monstruosa, intimida e nós temos que nos cuidar arduamente para nos safarmos desta doença”, acrescentou

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG