Links de Acesso

Covid-19: Governo de STP poderá recrutar reformados e militares para enfrentar a subida de casos


Omicron

Sindicalista diz que isso pode colocar a saúde dos reformados em risco

O Governo são-tomense admite contratar a título excepcional profissionais de saúde reformados e militares para apoiar no combate à pandemia e no processo de vacinação contra a covid-19, após baixas de muitos profissionais, infectados pela variante Ómicron.

Covid-19: Governo de STP poderá recrutar reformados e militar para enfrentar a subida de casos
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:49 0:00

A medida foi analisada durante a última reunião do comité de crise contra a covid-19 e anunciada esta segunda feira, 10, pelo ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Wuando Castro.

“A situação está a complicar-se dia após dia. Temos que nos precaver”, disse o governante são-tomense.

Entretanto a presidente do Sindicato dos Médicos, Benvinda Vera Cruz, é contra essa possibilidade, porque “Covid-19 é complicado para estas pessoas que já estão na reforma. São pessoas que já têm doenças crónicas e nós temos que proteger estas pessoas mais velhas.”

Na semana passada, São Tomé e Príncipe registou cinco mortes associadas a Covid-19 e 992 novas infeções da doença, tendo atingido o recorde de 319 novos casos num só dia.

Mesmo assim, a médica sindicalista, diz que a situação “ainda não é extrema, ao ponto de contratar reformados”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG