Links de Acesso

COVID-19: Doença alastra-se a 11 províncias angolanas


Centro de tratamento da Covid-19 em Malanje

Angola registou mais uma morte devido à Covid-19, aumentando para 52 o total de vítimas mortais, enquanto os casos ascendem a 1148.

O secretário de Estado para a Saúde Pública Franco Mufinda revelou na sexta-feira, 31, que a doença chegou às províncias do Zaire e Moxico, juntando-se assim a Luanda, Bengo, Kwanza Norte, Kwanza Sul, Cunene, Cabinda, Huíla, Uíje e Lunda Norte.

No total, 11 das 18 províncias do país já têm casos confirmados.

Mufinda informou igualmente que já tiveram alta 269 passageiros que regressaram de Portugal na semana passada, mantendo-se em quarentena apenas uma pessoa “por ser um caso reativo”.

O Ministério da Saúde de Moçambique também anunciou ontem mais 56 novas infeções, elevando o total para 1.864.

Não houve, no entanto, registo de mortes, que se mantém em 11.

Em São Tomé e Príncipe, as autoridades registaram mais três casos positivos da doença e até sexta-feira, o total era de 871 casos acumulados.

A porta-voz do Ministério da Saúde, Isabel dos Santos, indicou que o número de pacientes recuperados aumentou para 778 e que não há qualquer doente internado no hospital de campanha.

As vítimas mortais ascendem a 15.

Cabo Verde continua a ser o país africano de língua portuguesa com mais casos, 2.451, dos quais 33 registados entre quinta e sexta-feiras, todos na capital do país.

A Guiné-Bissau não atualiza os números há duas semanas, mantendo 1.981 casos e 26 mortos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG