Links de Acesso

COVID-19: Cabo Verde recebe 32 milhões de dólares do FMI para lidar com a crise


O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou esta semana um desembolso de cerca de 32,3 milhões de dólares americanos para Cabo Verde responder às necessidades urgentes geradas pelo impacto económico da pandemia da COVID-19.

O Fundo diz que "a pandemia afeta severamente a economia de Cabo Verde, extremamente dependente do turismo”.

Cabo Verde, com meio milhão de habitantes, tem 82 casos positivos de coronavírus, e registou uma morte.

Para evitar a propagação do novo coronavírus, as autoridades introduziram medidas que incluem restrições de viagens e isolamento social.

“As restrições de viagens e as medidas de confinamento resultaram em dificuldades sociais e provavelmente irão provocar uma perda significativa da produção e um aumento dos défices de financiamento externo e orçamental,” disse Tao Zhang, subdiretor-Geral e presidente em exercício do Conselho de Administração do FMI.

Zhang elogiou as autoridades por terem atuado “de forma célere para travar a transmissão local do vírus e adotaram, de forma proativa, medidas para ajudar a mitigar o impacto económico e social da pandemia”.

Mas realçou que “para dar resposta ao impacto desses choques é necessária uma combinação de ações de política das autoridades com o apoio dos parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG