Links de Acesso

COVID-19: Autoridades cabo-verdianas têm 450 pessoas em quarentena obrigatória


Baixa da cidade da Praia, Cabo Verde

Cabo Verde tem 450 pessoas em regime de quarentena obrigatória, na sua maioria cidadãos que chegaram do exterior e pessoas que mantiveram contatos com eles e com turistas.

Em conferência de imprensa nesta segunda-feira, 6, o diretor nacional de Saúde, Artur Correia, revelou que elas se encontram nas ilhas da Boa Vista, Santiago e São Vicente,

Correia acrescentou ainda que desde sexta-feira não houve casos positivos, além dos sete já registados.

Quanto ao mais recente caso, uma cidadã chinesa que vive em São Vicente há cinco anos e que não saiu do país, o diretor nacional da Saúde disse que “não está posta de lado a hipótese de que esse caso teve na origem alguém que veio de fora”.

“Ainda continua [em investigação] e é tecnicamente justificável que poderá ter sido quer a filha [que regressou em fevereiro da Alemanha], quer outro estrangeiro”, acrescentou Artur Correia, que revelou, no entanto, que o marido e a filha testaram negativo.

A cidadã chinesa encontra-se a a recuperar bem, assim como os restantes cinco.

Recorde-se que um turista inglês, o primeiro caso revelado em Cabo Verde, morreu.

O país está em estado de emergência, as fronteiras estão fechadas bem como foram proibidos as ligações entre as ilhas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG