Links de Acesso

COVID-19: Autarca de Chimoio não remove túneis de desinfeção, mas promete adaptá-los


Edifício do Conselho Autárquico de Chimoio, Moçambique

O edil de Chimoio, João Félix, anunciou hoje, 25 de maio que não vai desativar os seis túneis de desinfeção massiva instalados na urbe, e vai adaptar a utilização dos instrumentos como método de prevenção da Covid-19 na capital de Manica, três dias depois de Maputo contra indicar o seu uso.

Chimoio, foi a primeira cidade moçambicana que instalou os túneis de desinfeção, após o governo moçambicano ter declarado o estado de emergência devido a Covid-19 em abril, que foi depois prorrogado até 30 de maio.

COVID-19: Autarca de Chimoio não remove túneis de desinfeção, mas promete adaptá-los
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:28 0:00

Maputo desaconselhou o uso de túneis de desinfeção massiva, após conclusão da comissão técnico-científica que auxilia ao governo na matéria de prevenção da Covid-19, de que os túneis não previnem a contaminação do novo coronavírus e por reconhecer que é prejudicial para a saúde.

Um dia depois do anuncio, o autarca da Beira, a segunda maior cidade de Moçambique anunciou a desativação dos oito túneis sob gestão municipal.

Entretanto, o edil anunciou hoje a introdução de rastreio massivo da Covid-19, através da medição de temperatura, junto aos túneis, além da distribuição de mascaras aos munícipes.

Moçambique registou hoje a primeira morte por Covid-19, quando o país conta com 209 casos, 41 dos quais diagnosticados nos últimos dois dias, que registaram os números recordes de infeções diárias.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG