Links de Acesso

COVID-19: Ativistas procuram evitar a violência contra a mulher em Cabo Verde


Rosana Almeida, presidente do Insituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género

A presidente do Instituto da Igualdade e Equidade do Género de Cabo Verde (ICIEG) diz que o arquipélago não tem registado grandes alterações no que tange a denúncias de violência neste período de pandemia da Covid-19.

Rosana Almeida afirma que o ICIEG jogou na antecipação, criando mecanismos de reforço da prevenção e canais de ajuda para as vítimas, através, por exemplo, da linha de SMS 110.

Ela diz que muitas pessoas têm aproveitado esses meios não só para denunciar, mas também para pedir apoio psicológico neste momento em que a maioria da população é obrigada a ficar em casa para evitar o coronavírus.

A presidente do ICIEG fala da parceria estabelecida com a ordem dos farmacêuticos no sentido de permitir que qualquer vítima de violência possa a denunciar nas farmácias, "bastando pedir uma máscara-19".

A Organização das Mulheres de Cabo Verde segundo a presidente, Idalina Freire, está também no terreno com uma campanha de recolha de géneros para apoiar as mulheres.

Acompanhe:

COVID-19: Ativistas procuram evitar a violência contra a mulher
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:42 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG