Links de Acesso

Coreia do Norte entrega restos mortais de soldados americanos caídos na guerra da Coreia


Guardas de honra das Nações Unidas carregam caixas com os restos mortais

Kim-Jong-un cumpre compromisso assumido na cimeira com o Presidente Donald Trump

Os Estados Unidos anunciaram que o Governo da Coreia do Norte entregou, na quinta-feira, 26, 55 caixas com restos mortais de um número não especificado de soldados americanos que morreram durante a Guerra da Coreia, entre 1950-1953.

Desta forma, Kim Jong-un cumpre o compromisso assumido em Singapura em Julho durante a cimeira com o Presidente Donald Trump.

A Casa Branca revelou que um avião C-17 da Força Aérea americana que recolheu os restos mortais em Wonsan, na Coreia do Norte, seguiu para a base aérea de Osan, na Coreia do Sul.

No aparelho viajavam membros do Comando das Nações Unidas na Coreia.

Nos próximos cinco dias em Osan, peritos americanos farão uma análise preliminar dos restos mortais, enquanto na próxima quarta-feira, 1 de Agosto, o Governo americano realizará a cerimónia oficial de repatriação, antes de o material ser transferido para um laboratório do Pentágono, no Havaí, para tentar identificar os restos mortais por testes de DNA.

"Hoje, Kim Jong-un cumpre parte do compromisso que assumiu com o Presidente de devolver nossos soldados mortos. Somos encorajados pelas acções da Coreia do Norte e pela mudança positiva", disse a Casa Branca em comunicado.

Equipas conjuntas dos Estados Unidos e da Coreia do Norte recuperaram 229 corpos entre 1996 e 2005, mas Washington suspendeu o programa de busca por conta da deterioração das relações entre os dois países.

Em 2007, Pyongyang entregou outros seis corpos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG