Links de Acesso

Conselho Cristão de Moçambique quer mediar crise entre Renamo e Junta Militar


O Conselho Cristão de Moçambique(CCM), em Sofala, manifestou a sua disponibilidade para mediar a crise entre a liderança da Renamo e a autoproclamada Junta Militar, que não se revê no president Ossufo Momade e tem sido apontada como estando por trás dos ataques que se registam no centro do país.

Esta intenção foi revelada pelo coordenador provincial do Conselho Cristão de Moçambique, em Sofala, Eduardo Tivane, nesta segunda-feira, 24.

Para Tivane, "a crise no seio da maior formação política da oposição só pode ser ultrapassada por via do diálogo".

Aquele religioso defendeu ser urgente que a liderança da Renamo e a autoproclamada Junta Militar se sentem à mesma mesa para se pôr fim aos ataques armados.

“O próprio líder da Junta fez menção às igrejas, empresários e outros intervenientes; era sinal de que gostaria de ter alguma intervenção dessas pessoas”, frisou Eduardo Tivane, citado pela Rádio Moçambique.

Ele concluiu que "a violência armada, caraterizada por emboscadas a viaturas retarda o desenvolvimento do país".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG