Links de Acesso

Comandante da Polícia no Lubango detido em caso de desvio de motos apreendidas pela corporação


Sede da Administração Municipal do Lubango

A Procuradoria-Geral da República (PGR) junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província angoilana da Huíla decretou prisão preventiva ao comandante municipal do Lubango da Polícia Nacional (PN) naquela capital, superintendente-chefe Pedro Domingos por alegado envolvimento no caso do desvio de 24 motorizadas, noticiado há dias pela VOA.

O nome de Pedro Domingos terá sido arrolado no caso pelos dois efetivos já em prisão preventiva no âmbito do mesmo processo e a sua detenção oficializada pela PGR junto do SIC após interrogatório na terça-feira, 28.

Comandante da Polícia de Lubango detido em caso de desvio de motos apreendidas pela corporação - 2:00
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00

O comandante da Huíla da Polícia Nacional, comissário Divaldo Martins, apesar de não ter sido oficialmente notificado pela PG, sobre a medida de coação pessoal de prisão preventiva decretada a Pedro Domingos, confirmou a detenção.

“Estamos a aguardar que a todo o momento nos seja então remetida essa informação de forma oficial, mas de fato e porque o Ministério do Interior é um sistema sabemos que foi notificado já ontem pelos Serviços Prisionais e que foi então aplicada essa medida de coação ao comandante do município do Lubango”, afirmou Martins.

Pedro Domingos, superintendente-chefe que estava a iniciar funções à frente do comando municipal do Lubango da PN, dirigiu nos últimos 15vanos a Unidade Operativa de Trânsito da capital Huíla, que tinha a responsabilidade de acolher todos os meios rolantes apreendidos nas diferentes operações policiais.

É desta unidade policial que terão sido desviadas 24 motorizadas, duas das quais vendidas.

Arrolados no mesmo processo estão igualmente um inspector e um sub-chefe ambos da Unidade Operativa de Trânsito do Lubango.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG