Links de Acesso

Comércio informal sustenta jovens de Nampula


Vendedores de rua, Nampula, Moçambique

Para enfrentar o desemprego, jovens transformam as avenidas em bancas de venda de produtos diversos.

O comércio informal continua a ser a principal alternativa para a sobrevivência de centenas de jovens que deixam o meio rural em busca de oportunidades na cidade de Nampula.

Nas zonas rurais de Nampula, tal como do resto do país, há poucas oportunidades de emprego.

Comércio informal sustenta jovens de Nampula
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:53 0:00

O analista Cesaltino Jek diz que os jovens partem com sonhos de uma vida melhor na cidade, trabalhando nos estabelecimentos comerciais ou nas obras de construção civil. Mas nem todos conseguem emprego e a alternativa é o comércio informal.

“Apesar de não haver um estudo neste momento, mais da metade dos jovens na cidade de Nampula vem de outros pontos. Isso traz algumas consequências, porque os que não conseguem nem entrar no comercio informal , entram para o crime", diz Jek.

Para ele, o governo deve priorizar o jovem, tanto no campo como na cidade, nas suas politicas de desenvolvimento, expandindo o financiamento para o desenvolvimento de distritos e localidades.

Sonhos

Na cidade, os jovens transformam as avenidas em bancas de venda de produtos diversos. Um deles é Mário José, de 28 anos de idade. Ele sabe o que é sair da zona de origem sem saber o destino e como vai sobreviver.

Mário é natural do distrito de Memba. Há cinco anos decidiu abandonar a família e correr atrás de oportunidades na cidade de Nampula. O seu sonho era ser motorista.

Ao longo desses anos, trabalhou como servente na construção civil e num restaurante, mas preferiu juntar dinheiro e abraçar a venda de roupa usada, o que diz que ajuda.

O seu sonho profissional não é mais ser motorista. Com o dinheiro que ganha, ele investe em cursos, porque quer ser jornalista.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG