Links de Acesso

Cidadão francês natural de Angola morre em centro para imigrantes nos Estados Unidos


Imagem de arquivo de agentes da Polícia de Imigração e Alfândegas americana (ICE em inglês)

Um cidadão francês natural de Angola morreu quando estava sob custódia dos agentes de imigração nos Estados Unidos, revelou um comunicado do Departamento de Imigração e Alfândegas (ICE) que identificou o indivíduo apenas como "um nativo de 40 anos de Angola e cidadão da França".

A nota emitida na quarta-feira, 1, acrescentou que o indivíduo morreu no domingo, 29, num hospital em Albuquerque, no Estado de Novo México.

"Aguarda-se uma autópsia para determinar a causa oficial da morte", lê-se na nota, que acrescenta ter aquele departamento notificado as autoridades consulares francesas, que "tentam localizar os parentes mais próximos".

A agência de notícias AFP citou um porta-voz da embaixada da França em Washington que escusou-se a comentar por agora.

Em Novembro, um cidadão dos Camarões e um cubano morreram sob custódia das autoridades americanas em San Diego, na Califórnia, e em Louisiana.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG