Links de Acesso

Centenas de cidadãos excluídos de concurso para professores em Malanje


Formados nos Centros Pré-Universitários não são aceites

Centenas de jovens da província de Malanje consideram-se excluídos dos programas do Governo que proporcionam empregos para a juventude, nomeadamente na área da educação.

Um concurso público para o provimento de vagas de professores no Ministério da Educação aberto no dia 1 dde Outubro não admite candidaturas de cidadãos que concluíram cursos médios nos Centros Pré-Universitários (PUNIV) por ausência de agregação pedagógica.

Formados nos Centros Pré-Universitários não são aceites - 2:30
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:22 0:00


A província de Malanje tem disponível mil vagas para professores de ensino geral que serão distribuídos pelos 14 municípios.

"Para nós que fizemos o PUNIV digo que não está a correr bem, porque as informações que nós recolhemos são de que os do PUNIV poderiam participar, mas concorrendo na área administrative, já que nós não temos agregação pedagógica", referiu Lúcio Ngola Cassanje.

Para Bento Fonseca, "a juventude malanjina está insatisfeita, principalmente aqueles que concluíram o PUNIV, e perguntamos: onde é que nós vamos nos meter, sabendo que os concurso que têm acontecido nos ministérios são somente da Saude e da Educação?

O índice de desemprego é uma das principais causas do aumento da criminalidade, de acordo com outro excluído Nélcio Pereira.

"Neste caso haverá mais delinquência, mais suicídios. Eles não contam com isso e um jovem quando se forma espera um resultado depois de se formar, agora quando ele não encontra esse resultado vai optar por outras opções: roubos e outras (formas) de criminalidade", lamentou.

O director do Gabinete Provincial de Educação de Malanje, Joaquim Fernandes, garante que só são admitidos candidatos formados em escolas de formação de professores de nível médio ou superior.

"O concurso é para professores. Se nós acompanharmos os processos de formação ao nível do país e na nossa província também, vamos poder notar que Malanje tem por exemplo escolas de formação de professores de nível médio, por ali 4", garantiu.

Cidadãos com idades compreendidas entre 18 e 35 anos, formados nos Centros Pré-universitários, estão de fora no presente concurso público aberto no sector da Educação em Angola.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG