Links de Acesso

Carlos Queiroz pede fim do VAR


Carlos Queiroz, técnico do Irão

Técnico do Irão diz que sistema pelo qual lutou por 20 anos não funciona

O técnico português da selecção do Irão, Carlos Queiróz, pediu à Fifa nesta segunda-feira, 25, o fim do VAR porque, segundo ele, não serve.

"A verdade é que precisamos parar com o jogo de VAR. Foi uma cotovelada. E cotovelada significa cartão vermelho na regra. Na regra não diz se foi com Messi ou Ronaldo", disse Queiroz em relação ao lance entre CR7 e o irariano Pouraliganji.

Para o antigo seleccionador português, a cotovelada foi muito clara.

“O que diz a regra sobre uma cotovelada? Foi uma "meia cotovelada"? Temos o certo e o errado. Não existe "um pouco honesto". Ou está certo ou errado", continuou Queiroz, que diz ter havido “mais um penalti contra Portugal”.

Na conferência de imprensa depois do jogo em que Portugal e Irão empataram a uma bola, Queróz foi categórico ao dizer que “o VAR não funciona".

A principal reclamação do técnico diz respeito ao facto de ninguém poder escutar a conversa entre o árbiro central e os árbitros de vídeo.

“As decisões precisam ser claras para todos. Na minha opinião, Sr. Infantino e Fifa: todos concordam que o VAR não está indo bem. Essa é a realidade. Quando tem uma decisão do VAR, eu preciso saber a conversa que eles estão tendo. As pessoas precisam saber o que está acontecendo. Não é "é uma cotovelada, mas tome cuidado", sustentou Queiróz, que lembrou ter lutado pelo VAR durante 20 anos, mas que agora vai ”para casa muito frustrado”.

Portugal Vs Irão - Momentos Altos do Jogo
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:08 0:00

Carlos Queiróz concluiu que “essas pessoas poderiam fazer direito, eles deveriam ter feito direito, mas ão entendo como cinco ou seis pessoas não vêem o que todos vêem".

O seleccionador iraniano, no entanto, felicitou os os seus jogadores pela prestração, “pela disciplina, atitude, pela maneira com que o Irão controlou o jogo, se tivesse de haver um vencedor nesse jogo, o vencedor deveria ser o Irão porque controlamos o jogo, os passes. Em termos de organização, de competitividade, de atitude, decisões, mentalidade, acho que merecemos ganhar o jogo, mas parabéns a Portugal”.

A partir de agora, Queiróz garantiu que Portugal ganhou mais um adepto e gostaria de ver a equipa das quinas a ganhar o Mundial.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG