Links de Acesso

Cabo Verde: Sociólogos defendem valorização do património sem paternalismo e complexo


Casa onde Amílcar Cabral viveu em Cabo Verde, Achada Falcão

Na comemoração de mais um 20 de Janeiro, dia dos heróis nacionais, os sociólogos Nardi Sousa e Henrique Varela consideram que se deve valorizar mais o património histórico sem nenhum tipo de paternalismo e complexo.

Cabo Verde: Sociólogos defendem valorização do património histórico sem nenhum tipo de paternalismo e complexo
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:11 0:00

A questão já foi defendida por outras personalidades, que advogam mais divulgação de factos históricosna comunicação social e nas escolas para que as crianças e jovens possam conhecer melhor a contribuição que as diferentes personalidades deram para a libertação e desenvolvimento de Cabo Verde.

Para Nardi Sousa, deve-se fazer um trabalho desapaixonado e valorizar cada um que com o seu esforço e a própria vida deram grande contributo para independência, democracia e evolução do país.

O sociólogo e professor universitário considera que a historia deve ser contada como ela é, mas pede que se faça mais divulgação de factos históricos para que os cidadãos. sobretudo os mais novos possam conhecer e dar contribuição na sua preservação .

O professor Henrique Varela também realça a importância de se valorizar as figuras que deram contribuição para a vida país, sem complexo e paternalismo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG