Links de Acesso

Cabo Verde Airlines impedida de vender bilhetes


Sede da companhia, na cidade da Praia

A IATA confirmou oficialmente a suspensão da Cabo Verde Airlines do plano de venda de bilhetes BSP, mas a companhia garante estar a negociar uma solução.

A decisão da IATA, tomada na semana passada, deve-se à falta de pagamentos por parte da companhia cabo-verdiana, detida na sua maioria pela empresa islandesa Icelander há mais de um ano,

Na prática isso implica a suspensão imediata das vendas de passagens aéreas e reembolso para os passageiros afetados.

Da mesma forma, Cabo Verde Airlines, detido maioritariamente pela companhia Icelander, fica também impedida de voar, por não poder vender bilhetes, até que a situação se normalize.

A administração da empresa disse em comunicado estar a "trabalhar diligentemente com a IATA para resolver esta suspensão o mais rápido possível" . A trabalhar arduamente para responder a todos os requisitos e obrigações mandatórios para regularizar todos os processos”, refere o documento.

A nota, que justifica a falta de pagamentos com a suspensão total das operações da Cabo Verde Airlines desde 18 de março, quando o Governo fechou as fronteiras, acrescenta que a empresa, com o apoio de seus acionistas, espera resolver a situação “em tempo útil”, antes de retomar as operações no dia 1 de Julho.

Na semana passada, o PAICV, principalmente partido da oposição, disse que a anunciada suspensão da Cabo Verde Airlines é "gravísstima" e pediu ao Governo que esclareça a real situação da companhia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG