Links de Acesso

Cabo Delgado: Surto de diarreia força milhares a abandonarem abrigo


Cabo Delgado, centro de acolhimento deslocados (Metuge, Moçambique)

Milhares de pessoas abandonaram os abrigos no campo de Nangua, após a eclosão de um surto de diarreia, que já fez cinco mortos, esta semana, no distrito de Metuge, que acolhe o maior número de deslocados da insurgência em Cabo Delgado.

Cabo Delgado: Surto de diarreia força milhares a abandonarem abrigo
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:55 0:00

Os deslocados começaram a abandonar o abrigo, no início da tarde de quarta-feira, 25, após um tumulto no campo provocado pela morte de um líder local, que era acusado de estar a espalhar a doença.

“As diarreias já tinham matado cinco pessoas. A comunidade começou a culpar o senhor Amade (líder local) de trazer a diarreia, porque tinha sido visto com um saco de medicamentos tradicionais. Bateram-no até a morte”, disse à VOA um deslocado.

As Forças de Defesa e Segurança foram chamadas para repor a ordem no campo e dispararam balas reais e prenderam parte dos deslocados envolvidos na morte do líder local, deixando o clima mais tenso no campo.

“Até no início da manhã (26) o campo estava deserto, muitas pessoas tinham saído. Muitos diziam que era preferível regressar às aldeias atacadas, do que continuar no campo e morrer de diarreia”, disse outro deslocado.

Mais de 70 mil crianças fora da escola

Muitos dos deslocados abandonaram o abrigo e estão a deambular pelas ruas, carregando suas trouxas, próximo ao local, enquanto outras se deslocaram mais para o sul do distrito, em busca de novos abrigos.

“Um grupo de deslocados até queria queimar as tendas, porque na onda de desinformação diziam que a diarreia foi trazida ao local com o objetivo de os eliminar” disse um ativista, que assiste os deslocados num campo próximo.

A província de Cabo Delgado, que enfrenta ataques de insurgentes há três anos, voltou a registar uma nova vaga de deslocados no início de Outubro.

Além de dificuldades de saúde e alimentação, mais de 70 mil alunos ficaram fora do ensino este ano nos distritos afectados pela insurgência em Cabo Delgado.

Refugiados de Cabo Delgado contam histórias traumatizantes
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:26 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG