Links de Acesso

Cabo Delgado: Autoridades anunciam a reconstrução de infraestruturas vandalizadas por terroristas 


Localização geográfica de Mocímboa da Praia, Moçambique

Vice-ministra da Indústria e Comércio diz que é importante a boa coordenação

As autoridades moçambicanas dizem que já estão disponíveis, pelo menos, 190 dos 300 milhões de dólares americanos necessários para reconstruir Cabo Delgado.

Aquela província do norte do país é alvo de ataques de terroristas do Estado Islâmico desde 2017.

Segundo a vice-ministra da Indústria e Comércio, os projectos de reabilitação de infraestruturas destruídas pelos terroristas já arrancaram.

O valor disponível, disse Ludovina Bernardo, está já a ser, por exemplo, aplicado na recuperação de vias rodoviárias e transmissão de energia.

Nyusi e Momade enumeram os mesmos desafios para a paz efectiva em Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:53 0:00

"Já temos energia nas ligação Macomia – Awasse”, disse aquela dirigente em conversa com a VOA, em Pemba, a capital de Cabo Delgado.

Ela apelou as partes envolvidas no sentido de terem uma boa coordenação, “respeitar e cumprir o plano com base no que foi aprovado pelo Governo.”

Na apresentação, o Governo disse que os principais pilares da iniciativa são a assistência humanitária, recuperação de infraestruturas e actividades económicas e financeiras.

Tais acções terão como principal foco os locais gravemente destruídos por insurgentes do Estado Islâmico em distritos como Palma e Mocímboa da Praia.

De recordar que o útimo distrito foi recentemente recuperado pelas forças conjuntas depois de meses sob controlo de insurgentes, que vandalizaram infraestruturas e bloquearam o funcionamento das estruturas administrativas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG