Links de Acesso

Cabinda: Professores de educação física dizem que estão a ser discriminados


Alegam ter passado no concurso, mas não foram admitidos

Mais de 70 professores formados em Educação Física e Desportos em Cabinda no ano de 2012 continuam excluídos do sistema de ensino na província angolana de Cabinda, apesar de terem participado no concurso público e obtido notas positivas.

Depois da formação, quando protestaram foi-lhes pedido para aguardarem o concurso público.

Professores de educação fisica protestam contra exclusão em Cabinda - 1:55
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:55 0:00

Alguns não puderam participar no concurso por terem mais de 35 anos de idade, mas os que o fizeram dizem ter obtido nota positiva.

No entanto, não foram admitidos e questionam as razões da sua exclusão.

“Nós queremos saber por quê”, disse David Lufua, um dos que prestaram prova e teve nota positiva mas que ficou de fora.

“Será que não somos angolanos? É triste, a Educação Física em Cabinda está a ser destruída, a Secretaria de Educação não dá qualquer interesse à área de Educação Física", acrescentou Lufua, lembrando que muitos professores estão dispostos a trabalhar fora de Cabinda.

Francisco Toba, outro professor que passou no teste mas também ficou de fora, afirmou que “muitos destes mais velhos que estão aí no Governo de Cabinda não percebem a importância da Educação Física”.

“Estão ai a mais e a travar o nosso processo, o nosso governador deve ver isso", concluiu aquele técnico.

I

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG