Links de Acesso

Cabinda: Governador nega haver ataques no território


Vista geral de Cabinda, Angola. Junho 2016

João Lourenço está de visita ao enclave

O governador de Cabinda Alexandre Nhunga disse hoje que a situação no território é de calma total, negando assim declarações de um movimento separatista soobre o recrudescimento de acções armadas no território.

Nhunga falava no início da visita ao enclave por parte do Presidente João Lourenço que ali vai permanecer durente três dias.

Governador de Cabinda nega guerra no território – 1:23
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:23 0:00

Na semana passada a Frente para a Libertação do Estado de Cabinda-Forças Armadas Cabindesas (FLEC-FAC) reivindicou dois ataques armados no município de Belize que, segundo disse, resultaram na morte de 16 pessoas entre civis e militares.

Em entrevista à VOA, o comandante da região militar de Belize, da FLEC-FAC, tenente general Gelson Fernandes Nkasu, disse haver operações militares em toda a província pelo que a a FLEC aconselha as empresas estrangeiras a suspenderem todas as suas actividades em Cabinda.

Mas hoje o governador negou tais declarações disse que “a província de Cabinda está calma, tranquila e há livre circulação de pessoas e bens” mas não foram dados outros pormenores

Durante a sua estadia em Cabinda João Lourenço manteve já conversações separados com líderes Religiosos, autoridades tradicionais e com a classe empresarial e inaugurou um hospital.

O último dia da sua visita de três dias está reservado a actividades partidárias coma realização de um comício.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG