Links de Acesso

Cabinda: Antigos combatentes das ex-Faplas ameaçam protestar contra corrupção e marginalização


"Vamos gritar para que o povo nos possa ouvir", dizem aqueles veteranos

A Associação dos Antigos Combatentes das ex Faplas convocou para o dia 23 uma manifestação contra o que diz ser a falta de acção da Prpcuradoria-Geral da República contra a corrupção no enclave.

Cabinda: Veteranos das ex-FAPLA ameaçam manifestação -2:07
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:07 0:00

De acordo com Alberto Paulo, delegado da Associação dos ex Faplas, os veteranos vão sair à rua para manifestar o seu descontentamento contra o silêncio da PGR no seguimento de casos de corrupção no enclave.

Alberto Paulo levanta sérias dúvidas sobre um processo de combate à corrupção em Cabinda quando existem provas de casos que envolvem figuras políticas no desvio do erário público.

“Vamos fazer o protesto contra os corruptos que estão aqui em Cabinda porque, desde o dia 17 de Setembro de 2019 que apresentamos uma queixa contra membros do governo provincial”, disse, acrescentando que
desde aquela data "nunca recebemos nenhuma resposta da Procuradoria da República”.

“Há um programa do Executivo de combate à corrupção e ao nepotismo, e nós acatamos mas até hoje nunca tivemos resposta da PGR”, acrescentou.

A marcha vai igualmente servir para protestar, segundo disse, contra a marginalização dos ex-combatentes das Faplas.

“Estamos a ser marginalizados e não recebemos apoios das instituições do estado”, afirmou Alberto Paulo.

“Há dois anos que não recebemos nenhum apoio do Governo da província. Todos os programas que são feitos, não somos contemplados. Nós vamos marchar contra os corruptos que estão a nos fazer sofrer e vamos perguntar ao senhor presidente se é mal denunciar práticas de corrupção”, prometeu.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG