Links de Acesso

Câmara dos Representantes aprova moção de desacato contra antigo conselheiro de Donald Trump


Antigo Presidente Donald Trump fala com seu antigo estratega Steve Bannon na Casa Branca

Caso for condenado antigo estratega de Trump pode apanhar até um ano de cadeia

A Câmara dos Representantes dos EUA votou nesta quinta-feira, 21, uma moção de desacato contra Steve Bannon, ex-conselheiro e ex-director de campanha do antigo Presidente Donald Trump, por se ter negado a cumprir um mandado da Câmara para depor sobre a invasão do Capitólio no dia 6 de Janeiro.

A moção foi aprovada por 229 votos a 202, com o apoio de alguns parlamentares republicanos.

O Ministério da Justiça vai decidir agora se acusa Bannon e, nesse caso, se condenado pode cumprir uma pena que varia de um mês a um ano de prisão.

Comité do Congresso Americano ouviu polícias sobre motim de 6 de Janeiro
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:04 0:00

Steve Bannon, um dos mais próximos de Trump e um dos seus ideólogos, está no centro das atenções pelo papel que pode ter tido na organização do ataque e sua eventual coordenação com Trump e a Casa Branca.

"O senhor Bannon está sozinho ao desafiar a Câmara e não vamos tolerá-lo", disse o presidente da comissão que investiga a invasão, o democrata representante do Mississipi, Bennie Thompson.

O parlamentar democrata Jamie Raskin lembrou que “na América, quando você é intimado, você aparece, não pode ignorar uma intimação".

Entretanto, o republicano Jim Banks, que se opôs à moção de desacato, afirmou que os membros do comité estão a "abusar do seu poder para colocar [Bannon] na prisão" e acusou o painel de conduzir "uma investigação fraudulenta".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG