Links de Acesso

Câmara dos Deputados "repreende" Presidente americano


Votação foi simbólica contra comentários de Donald Trump

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos condenou o Presidente Donald Trump por atacar racialmente quatro deputadas democratas pertencentes a minorias, numa votação simbólica que visa constranger Trump e republicanos que apoiaram os seus comentários.

Durante a votação na terça-feira, 16, quatro republicanos uniram-se aos democratas na Câmara e um deputado independente para repreender o Presidente pela série de twittes que publicou no domingo, 14, nos quais ele disse a um grupo de deputadas para “irem para casa e ajudarem a consertar os lugares completamente quebrados e infestados de crime de onde vieram”.

Mais cedo, Trump pressionou os seus correligionários do Partido Republicano na Câmara dos Deputados a ficarem a seu lado e votarem contra a condenação.

“Esses comentários da Casa Branca são uma desgraça, nojentos e são comentários racistas”, disse a presidente da Câmara, Nancy Pelosi.

Republicanos protestaram contra as afirmações de Pelosi afirmando que ela quebrou as regras de debate da Câmara, o que levou a demoradas discussões entre os parlamentares.

A aprovação da condenação era esperada, já que os democratas têm a maioria na Câmara, mas os holofotes estavam apontados para os republicanos.

Refira-se que das quatro deputadas apenas uma nasceu fora dos Estados Unidos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG