Links de Acesso

Burkina Faso: Notícias apontam para detenção do Presidente Kabore por soldados amotinados


Burkina Faso, soldados à entrada das instalaçōes da televisão nacional em Ouagadougo, 24 Janeiro 2022

A confirmar-se o derrube de Roch Marc Christian Kabore seria o terceiro golpe de Estado na África Ocidental nos últimos 18 meses

Notícias do Burkina Faso indicam que o Presidente Roch Marc Christian Kabore e membros do seu governo foram detidos por soldados amotinados.

As notícias dizem que há relatos de combates violentos perto do palácio presidencial na capital, Ouagadougou.

O Burkina Faso tem estado envolvido num conflito com grupos terroristas ligados à Al-Qaeda e ao Estado islâmico desde 2015. Há semanas ouviram-se rumores de um golpe de estado, depois de uma base militar no norte do país ter sido invadida por terroristas que mataram 49 militares.

Em resposta, o Presidente Kabore despediu membros do seu Gabinete e da liderança militar em Dezembro.

A agitação actual começou no início do domingo, quando se ouviram tiros dentro da maior base militar de Ouagadougou, o Campo Sangoule Lamizana.

O jornalista da VOA Henry Wilkins foi temporariamente detido dentro do campo e falou com um dos organizadores do motim, que transmitiu uma lista de exigências dos amotinados, incluindo "mais dinheiro e mais tropas" para ajudar na luta contra o terrorismo, juntamente com um melhor treino e a organização de uma unidade militar permanente na linha da frente.

Os amotinados exigiram também a demissão do chefe de estado-maior militar e do chefe dos serviços de inteligência, e um melhor tratamento dos feridos e das famílias dos soldados que morreram no conflito.

O aparente golpe de Estado no Burkina Faso é o terceiro na África Ocidental nos últimos 18 meses, a seguir ao do Mali e da vizinha Guiné-Conacri.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG