Links de Acesso

Bolsonaro diz não estar preocupado com invasão ao seu telemóvel


Governo diz que aparelho do Presidente foi invadido por hackers

O Presidente brasileiro Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 25, que eventuais acções de hackers no seu telemóvel "não vão encontrar nada que comprometa".

A reacção surge depois de o Ministério da Justiça e Segurança Pública ter divulgado um comunicado em que diz que Polícia Federal informou que telemóveis usados por Bolsonaro foram alvo de invasão dos supostos hackers presos na terça-feira.

"Eu achar que meu telefone não estava sendo monitorado por alguém seria muita infantilidade. Não apenas por eu ser capitão do Exército, conhecedor da questão da inteligência. Sempre tomei cuidado nas informações estratégicas, essas não são passadas via telefone. Então, não estou nenhum um pouco preocupado se porventura algo vazar aqui no meu telefone. Não vão encontrar nada que comprometa. [...]. Perderam tempo comigo", declarou Bolsonaro a jornalistas.

A informação sobre a interceptação do aparelho de Bolsonaro foi divulgada pelo Governo após a prisão, na terça-feira pela Polícia Federal, de quatro pessoas na Operação Spoofing, que apura a acção de hackers nos celulares do ministro da Justiça, Sergio Moro, e outras autoridades.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG