Links de Acesso

BM defende que recursos da exploração do gas beneficie as populações moçambicanas

  • Ramos Miguel

Sede Banco Mundial

Analistas concordam com posição da representante da instituição em Angola e São Tomé e Príncipe

A representante do Banco Mundial para Angola e São Tomé e Princípe, Clara de Sousa, diz que Moçambique deve garantir que as receitas dos novos projectos de gás natural satisfaçam as aspirações da população, sob pena de haver resultados adversos, um ponto de vista com o qual estão de acordo alguns analistas moçambicanos.

Clara de Sousa falava na qualidade de convidada, durante as jornadas científicas do Banco de Moçambique, que terminaram neste fim-de-semana na Matola, arredores de Maputo, e considerou que "uma gestão pouco transparente nos recursos naturais é receita para desastre. Nós encontramos exemplos vários em que, entre outros, aspirações não correspondidas e falta de transparência podem levar a problemas, incluindo conflitos".

O académico Ismael Mussá afirma que "se nós tivermos a capacidade de usar os dividendos dos recursos naturais para melhorarmos a qualidade de vida dos cidadãos e melhorarmos a inclusão e a equidade na distribuição da riqueza, estaremos a criar um tampão para qualquer que seja o interesse, nacional ou externo, em desestabilizar o país".

“Se nós nos organizarmos no sentido de termos melhores consensos nacionais, em que todos nós sintamos que temos uma boa escola, um bom hospital, uma boa estrada e tudo aquilo que permita que nos sintamos satisfeitos com o Estado, eu acho que não há espaço nenhum para instabilidade", acrescenta Mussá.

Por seu turno, o presidente do Partido para a Paz, Democracia e Desenvolvimento (PDD), Raúl Domingos, diz que "a riqueza deste país deve beneficiar todos os moçambicanos sem discriminação,isso não é pedir demais, nem é pedir, é um direito, porque nós todos como moçambicanos, devemos ter igualdade de oportunidades no acesso à riqueza do país".

Na opinião de analistas, em muitos casos, as comunidades locais têm sido marginalizadas no processo de exploração dos recursos naturais em Moçambique.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG