Links de Acesso

Bissau: Mais marchas antes do PR voltar a ouvir os partidos sobre novo Governo


José Mário Vaz

Mulheres e jovens afectos aos partidos da maioria parlamentar estiveram nesta quinta-feira, 13, nas sedes da União Europeia, da CEDEAO e da União Africana, em Bissau, em mais uma ronda de pressão junto da comunidade internacional para levar o Presidente da República a nomear um primeiro-ministro, como resultado das eleições de 10 de Março.

Também hoje dezenas de mulheres vestidas de branco deslocaram-se à Assembleia Nacional Popular para pedir aos deputados um ambiente de paz e estabilidade.

Em declarações a jornalistas, Francisca Vaz, do grupo das Mulheres Facilitadoras do Diálogo disse que quiseram “alertar a comunidade nacional e internacional que as mulheres guineenses estão preocupadas e cansadas com esta situação e é urgente que criem um ambiente de paz e estabilidade".

O acto acontece dois depois de o Parlamento da Guiné-Bissau ter conhecido momentos tumultuados quando os deputados do Madem-G15 e do Partido de Renovação Social (PRS), na oposição, acusaram o presidente Cipriano Cassamá de dirigir ilegalmente o órgão, antes de ocuparem, por momentos, a mesa da ANP.

Entretanto, o regresso das mulheres e jovens partidários, às ruas de Bissau, hoje, mas com formato diferente, antecede às sessões de auscultação dos partidos parlamentares, agendadas para amanhã, 14, pelo Presidente, José Mário Vaz.

A crise política agudizou-se no país depois do chumbo ao nome do coordenador do Madem-G15, Braima Camará para o cargo de segundo vice-presidente do Parlamento.

Entretanto, no sábado, chega ao país mais uma missão da Comunidade Económica de Desenvolvimento dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que encontros com diferentes actores políticos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG