Links de Acesso

Aviões americanos levam 3,4 milhões de dólares em ajuda a Moçambique


Ajuda ascende a 4,1 milhões e levará alimentos a 160 mil pessoas

Os Estados Unidos da América disponibilizaram uma ajuda de cerca de 3,4 milhões de dólares em alimentos como auxílio humanitário para atender às urgentes necessidades provocadas pelo ciclone Idai, aumentando para 4,1 milhões de dólares o total da ajuda humanitária concedida por Washington nesta primeira fase.

Em nota, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) informou que a ajuda “servirá de subsistência para aproximadamente 160 mil pessoas pelo período de um mês”.

Ajuda humanitária vai chegando a Moçambique
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:30 0:00

Antes, uma equipa de assistência para liderar a resposta do Governo americano foi mobilizada para Moçambique que identificou como necessidades prioritárias das comunidades afectadas alimentação, cuidados com a saúde, abrigo, água, saneamento e higiene.

A ajuda começou a chegar em aviões militares e comerciais americanos.

Num encontro com os militares, o embaixador americano, Dennis W. Hearne, expressou o seu agradecimento pelo apoio deles e sublinhou que a “a ajuda vai salvar vidas e aliviar o sofrimento nas províncias do centro de Moçambique”.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Getsão de Calamidades, o INGC, 468 pessoas morreram, 1522 feridos e mais de 800 mil pessoas foram afectadas pelo impacto do ciclone Idai.

Saiba mais em Especial Ciclone Idai

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG