Links de Acesso

Autoridades moçambicanas descobrem camião com 64 migrantes etíopes mortos


Sobreviventes à tragédia

As autoridades moçambicanas encontraram nesta terça-feira, 24, 64 corpos de migrantes etíopes asfixiados num contentor a caminho da África do Sul, provenientes do Malawi.

Catorze sobreviveram à tragédia.

O camião que os transportava foi descoberto em Mussacama, na província de Tete, que partilha fronteira com o vizinho Malawi.

“Foram interpelados do total 78 cidadãos por imigração clandestina, de nacionalidade etíope, dos quais 64 morreram por asfixiamento no carro, pois estavam dentro dum contentar que saia do Malawi”, disse a jornalistas Amelia Direito, porta-voz da Migração em Tete.

Moçambique: 64 etíopes morrem asfixiados em camião em Tete
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:34 0:00

O motorista contou que ia receber 30 mil meticais, cerca de 500 dólares pelo transporte dos migrantes.

Directo acrescentou que “os colegas perceberam que havia uma coisa estranha porque era uma da manhã e falaram com os motoristas para verificarem a situação real”.

A operação, segundo a porta-voz, encontrou resistência do conductor e ajudante que defendiam ser uma carga comum.

A descoberta deu-se depois de os sobreviventes começarem a bater no contentor e a gritar, o que chamou atenção da polícia, que forçou a sua abertura.

O motorista e o ajudante do camião foram detidos pela Polícia que continua à procura do intermediário que facilitou a entrada clandestina dos etíopes no país.

Moçambique tem sido usado como corredor por emigrantes etíopes, paquistaneses, bengalês e de outros países que pretendam chegar a África do Sul, o pais mais industrializado no continente africano.

Muitos aproveitam agentes corruptos da Policia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG