Links de Acesso

Autoridades da Huíla reforçam vigilância devido a casos de coronavírus na Namíbia


Administração do Lubango

A propagação do novo coronavírus em África está a fazer com que as autoridades sanitárias da província da Huíla reforcem os apelos e às medidas de prevenção contra a doença.

O anúncio de casos na vizinha Namíbia, que está a 24 horas de viagem por carro do Lubango, faz aumentar as preocupações das autoridades sanitárias locais.

A necessidade de se elevar os níveis de vigilância e prevenção contra o Covid-19, levou o Governo da Huíla a convocar o Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social para pedir o envolvimento de todas as sensibilidades na mobilização contra a pandemia.

Na ocasião, o governador Luís Nunes fez um apelo particular às instituições que pelo seu papel social agregam pessoas.

“Os melhores atores para conseguirmos atingir as diversas franjas da sociedade levando conhecimento são efetivamente as igrejas, os partidos politicos, as escolas e os órgãos de comunicação social, pois desempenham um papel forte de educador da sociedade. Outra questão que se levanta tem que ver com a realização de atividades que reúnam acima de 50 pessoas, pois a propagação do vírus é tão célere que poderá tão facilmente se propagar, pelo que, devemos ser cautelosos na realização de atividades do género”, afirmou.

Em 11 pontos de entrada e saída de passageiros na capital da província, Lubano, estão destacadas equipas de técnicos de saúde para detetar eventuais casos, enquanto um espaço próximo do hospital central local está a ser preparado para receber possíveis doentes com o novo coronavírus.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG